MENSAGEM PARA O 26º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Caros irmãos e irmãs!

     Jesus contou a parábola dos dois filhos no Templo de Jerusalém para os sacerdotes e anciãos do povo (cf. Mt 21, 28-32). A parábola tem três personagens. Um pai convida os seus dois filhos para o trabalho na vinha.  É um convite para hoje e não para amanhã: “Filho,  vai trabalhar hoje na vinha!”.

     O trabalho na vinha requer cuidado com a plantação de uvas. O parreiral produz uvas de mesa, de passa, de doces, de sorvetes,  de sucos e de vinhos. É um trabalho refinado,  exigente, porém,  compensador.

      A uva é o símbolo da transformação espiritual e, também, a uva ao produzir o vinho que é o símbolo do sangue.  O sangue é vida que corre nas veias.

       O filho mais velho não quis trabalhar na vinha, mas, depois, arrependido da decisão compareceu ao trabalho. Ao contrário do filho mais novo respondeu afirmativamente ao convite do pai, mas não compareceu ao trabalho.

          Em alguns momentos de nossa vida,  dizemos “sim” a Deus nosso Pai e cumprimos. Mas na maioria das vezes,  agimos tal qual o filho mais novo, dizendo  “sim” e fazemos o contrário do que dizemos. Uma vida cristã  incoerente.

             Que o Espírito Santo nos ajude a fazer a vontade de Deus.

                       Pe Laudeny de Piquerobi,  CSC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *