Mensagem para o 5º Domingo da Páscoa

Estimados irmãos e irmãs!

  Como vocês estão indo? Espero que todos estejam de bem com a vida. Apesar das dificuldades também temos alegria e vontade de viver.

   Com Nossa Senhora neste mês mariano estaremos em sintonia com a romaria à Aparecida da Arquidiocese de São Paulo de forma virtual. “A ti recorremos, Mãe Aparecida, nosso consolo e esperança”. 

    Com nossa querida Mãe Aparecida vamos colocar em oração pelos doentes, pelas famílias enlutadas e pelo nosso Brasil, que atravessa este tempo pandêmico.

    Com ela, cheguemos a Cristo, aquele que é a videira e nós somos os ramos. Permanecemos nele para que possamos produzir bons frutos.

   Vamos olhar para frente.  Lembramos o caminho andando para acertar e não perder o foco da missão. Assim, a Palavra de Deus nos fala a Igreja que crescia, do Espírito Santo que acompanha os que crêem e dos frutos que todo ramo da videira deve produzir quando permanece unido ao tronco. 

   Toda planta tem necessidade de uma poda. Com esse rico simbolismo da poda, façamos a revisão necessária da nossa vida pessoal e comunitária. A poda pode ser dolorida, mas o corte é necessário para tirar galhos secos, podres e fazer renascer naturalmente novos galhos.

     A vida se renova pela natureza da graça Divina. A vida é também dia útil para consumir-se até morrer. Se preciso for por amor pelo Evangelho para que Cristo seja o centro da nossa vida.

  Deus abençoe a todos!

 Pe Laudeni Ramos Barbosa,  CSC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *